Zé foi adotado!

23 ago

Olá amigos,

Notícias de adoções nos deixam sempre muito, muito felizes, mas essa tem um sabor ainda mais especial.

Há um ano atrás nós resgatamos um cãozinho que foi jogado para fora de casa em Santa Teresa, em frente à casa da Isabella. Estávamos na varanda realizando uma adoção quando ouvimos os gritos, ganidos e vimos um homem jogando um cão para fora.

Zé foi resgatado e transferido para uma hospedagem, pois tínhamos medo que na casa da Isabella ele tentasse fugir para voltar para sua antiga casa.

Zé depois do resgate

Logo após o resgate notamos que Zé é um cão que não gosta de ser tocado, muito desconfiado. Ele não ataca à toa, mas também não permite aproximação.

É um cão que nunca havia tido respeito, carinho e cuidados veterinários, muito traumatizado. Apesar de conviver bem com outros da sua espécie, Zé não sabe ser cão, não sabe latir, apenas grunhir de forma estranha.

Meses depois, vacinado e castrado, ele foi mandado para um centro de reabilitação, administrado por um veterinário, que nos confirmou o que imaginávamos: Zé nunca viria a ser “pet”, cãozinho de apartamento, de ir à petshop.

Do “alto” de seus 5 anos de idade, o que ele precisava era que respeitássemos o seu espaço e aceitássemos o seu jeito de ser. Não adiantava que nós, egoistamente, quiséssemos que ele se transformasse em outro cão, para suprir necessidades tão humanas.

Generosamente, este homem decidiu adotá-lo, por perceber que em sua casa Zé tem tudo o que precisa e vive da melhor forma que um cãozinho como ele pode viver: corre atrás de boi; rouba a comida dos cães maiores; implica com os novatos; se embrenha no mato; vive à margem da matilha, não se mistura, mas sempre está por perto. E, para nossa alegria (sim, somos pateticamente humanas) dá pulinhos e faz festa quando ele chega em casa.

Nosso cão selvagem está como ele gostaria de estar. E ficamos muito felizes por estarmos presentes na hora em que ele foi posto para fora, por ter largado os adotantes que lá estavam para correr atrás dele, de ficar horas sentadas no meio fio tentando comprá-lo inutilmente com bifinhos, de pedir ajuda para pegá-lo ao homem que o expulsou, de não saber o que fazer quando descobrimos sua personalidade… Enfim, valeu à pena.

Agradecemos demais ao adotante do Zé e à equipe da Prontodog pelo carinho e respeito durante o período que esteve lá.

Zé em liberdade na sua casa

Zé com uma amiguinha fazendo festa para a esposa do adotante

 

Anúncios

3 Respostas to “Zé foi adotado!”

  1. Maria Lcia Nbrega 23 de agosto de 2012 às 14:57 #

    Parabns pelo lindo trabalho! Abs

    Date: Thu, 23 Aug 2012 13:06:42 +0000 To: mlnobrega1@hotmail.com

  2. Luiz Cláudio 25 de agosto de 2012 às 23:03 #

    Comovente a história do Zé. Sejam felizes ele e sua nova familia.

  3. Caroline de Barros Ferreira 13 de setembro de 2012 às 10:59 #

    Liindo o Zé, tenho uma cachorrinha bem parecida com ele, ela é linda e um amor, muito carinhosa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: